Novo no armário – Vestido e camisa 

Descobrir novos brechós perto do meu trabalho tem sido das aventuras mais gostosas durante o meu horário de almoço. Esse brechó tem a proposta de vender cada peça por £2 – menos de 10 reais. Sempre acho coisas bacanas por lá e dessa vez não seria diferente. Olhem só os meus escolhidos:    

Vestido/camisa da Asos com detalhe de renda. 

  
Essa camisa também foi £2 e vai ser bastante usada pra ir ao trabalho. 

Espero que tenham gostado das escolhas. 

Beijos, Naiá 

Advertisements

Look – Shorts branco 

Sempre achei que poderia definir minha personalidade e meu estilo algo como o guarda-roupa da Mônica, dos quadrinhos que tanto embalaram a minha infância. A questão é que não, não tenho um armário cheio de vestidinhos vermelhos, mas quando acerto em uma combinação não largo mesmo e tento repetir sempre que posso, variando no sapato e outros acessórios. 

Esse é o caso das calças e shorts brancos, que são básicos e ainda super estilosos. 
   
    
    
    
   

Look:

Shorts – Forever 21 £15 (uns 70 reais)

Blusa básica Zara £5 (na promoção, uns 20 reais)

Cardigan de bolinhas – Zara super antigo, foi uns R$40. 

Cinto Primark £4 (R$15) 

Bolsa Primark £5 (R$20) 

Botinha H&M £20 (em torno de  R$ 90) 

Cenário: St. Paul’s maravilhosa. 

E ai? Qual peça é indispensável pra vocês?

Beijos, 

Naiá 

House of Vans em Londres

Essa semana fomos conhecer a House of Vans, um mix de pista de skate, loja, galeria de arte, café, cinema e casa de show. Ufa, quanta coisa. E o melhor é que é tudo de graça em um lugar super estiloso e um pouco escondido em uma das regiões mais movimentadas de Londres. Localizada próximo a London Eye, Rio Tâmisa, Abadia de Westminster e Big Ben, o passeio é imperdível para quem curte patins e skate – e mesmo pra quem não é vidrado em nenhum dos dois mas gosta de coisas alternatia

   
    
   

 Fomos com alguns amigos na comemoração de 1 ano de House of Vans com as bandas Sunset Sons e Puma Rosa e foi muuuito legal. Adorei o som do Sunset Sons! 
Pra quem quer dar uma passada por lá, House of Vans fica no endereço Arches 228 – 232 Station Approach Road, London SE1 8SW. Em torno da estação de Waterloo. 

Beijos! 

Naiá

Crônica de sexta – Quero ser sua menina

Me deixa ser sua menina? Eu sei, já descobri que posso ser tudo aquilo que você sempre quis. Sei o que falar pra te alegrar o dia. Te fazer dormir no meu colo até você querer ir pro seu lado da cama. Pegar no seu rosto e beijar sua boca como se fosse a primeira vez. Eu sei que eu posso.

desenho

Posso pegar sua cintura e não querer largar mais. Ficar um tempão quieta…numa espécie de oração, só agradecendo aos céus por ter você aqui. Querer guardar cada pequeno momento para sempre. Me diz, como faz para registrar a felicidade e fazer com que ela dure? Porque as vezes dá a impressão de que tudo não passa de um sonho, embora eu esteja bem acordada. Tantas vezes eu vi meus olhos inundarem por me dar conta que estou onde sempre quis. E pensar, menino, o quanto eu espero que você também se sinta como eu me sinto. O quanto eu espero que eu seja aquela que vai te acompanhar, qualquer que seja a estrada. Posso te fazer sentir amado, menino. Como você nunca foi. Dormir pouco mas querer acordar cedo só porque senti falta do seu corpo no meu. Dos seus olhos que parecem saber de tudo que se passa aqui dentro. Dos mesmos olhos que acalmam qualquer que seja a minha tempestade. Do seu abraço que me salva dessa loucura que é viver. Mas se você deixar, eu posso fazer você gargalhar até perder o ar numa tarde cinza. Também fazer você chorar numa madrugada quente. Posso arrancar suspiros desacreditados. Inventar surpresas, morrer de amor. Sorrir também. É, sorrir de uma maneira tão boa que parece mentira. E vamos questionar como pode isso acontecer, duas almas se encontrarem assim. No meio de uma Londres fria. E todos os nossos momentos juntos vão parecer cenas daquele filme, aquele mesmo que de realidade não parecia ter nada. A gente pode até brigar, menino. E vai ser tudo porque eu gosto de você de uma maneira tão simples e, ao mesmo tempo, tão difícil de explicar. É, se você me deixar triste vai doer, mas nem por isso vou deixar de te amar o quanto eu te amo. De ver em você tudo aquilo que me encanta. De amar cada pedaço do seu corpo, cada pequeno milímetro de felicidade que vem contigo. Vai ser impossível esquecer. Ou não lembrar do monte de razões que eu tenho pra estar aqui. Eu até faço promessas que nem sei cumprir. Sabe, eu vou te proteger de tudo que você tem medo, por mais que não adiante nada. Por mais que meu abraço só sirva de aconchego. E ajude a esquecer de tudo pelo menos por um instante. Vou gostar de você mesmo quando tudo estiver desmoronando. Mesmo quando eu desejar te odiar. Quando parecer errado.
É, menino. Esse meu coração meio bobo vai querer você por inteiro. Vai querer que você more lá dentro pra sempre. Que nosso amor se torne daqueles que pouco se vê por aí. É só você querer. Deixar meu amor transbordar por entre nossos poros. Deixar que tudo seja preenchido pelo que a gente sente um pelo outro. É só você deixar…

Ps.: Esse texto é de uns dois anos atrás. E nosso amor transbordou. Ele me deixou ser a menina dele…

Ps2: O desenho foi feito por um amigo, muitos anos atrás, pra um outro texto meu. Valeu Bumer!

E aí, voces gostam desse tipo de post? Querem ler um pouco mais ou preferem que o foco seja em moda? Me digam! Beijos

Naia

O (re)começo

Os ciclos que se iniciam e se despedem. As novas chances, os novos ares, as novas oportunidades, nessa vida tão cheia de planos e novas apostas. Uma coisa que sempre fez tanto sentido não deixa de habitar nossas ideias…é isso que o blog sempre foi para mim.

IMG_6559 1

Foi da imensa saudade do blog Moda Possível – um projeto que durou dois anos e me trouxe tantas coisas boas – que enxerguei muito além da moda. Tudo isso vindo de uma consumista nata, mas sem din din no bolso. Foi de uma “louca vontade de comprar versus uma modestíssima conta no banco” que surgiu a ideia de investir mais nos brechós como escape. Assim, comprando uma roupa de segunda mão, teria uma coisa “nova” (pelo menos no meu armário, que é onde importa) pagando preços que não chegavam a 10% de uma peça nova. Era, ao mesmo tempo, tão obvio e tão revelador. Como muitas pessoas, havia dado pouca importância aos brechós e me via mudando de opinião de maneira imensamente rápida e disposta a nunca mais subestimar o que não conhecia.

Virou uma paixão: o prazer de comprar coisas super baratas virou um desejo, uma conquista. Saber que o artigo “inútil” do outro é o meu super-útil me fascinou. Saber procurar, treinar o olhar e saber que não é impossível (nem difícil é) investir nas coisas de segunda-mão é algo que sempre quis dividir. Sem pretensões, tentando angariar dicas e o que mais de positivo que pudermos dividir com mais gente para que existam cada vez mais e mais pessoas que doam e compram em brechós. Que sabem o quanto é importante o ciclo e que utilizam para vários segmentos da vida. E mesmo que o blog tenha acabado há 2 anos, gosto cada vez mais de brechós e comprar pechinchas por ai, seja pela internet ou garimpando em lojas físicas.

Aqui, a gente quer viver uma vida possível. Uma rotina em fase de experimentação: querendo que nossos sonhos caibam num orçamento e querendo viver fora da paranóia de economizar cada centavo. A ideia aqui é viver. Feel infinite. Carpe diem. Sem contar as moedinhas mas com desejo de estar cada vez mais perto do equilíbrio. Num mundo que quase nao dá para fugir das compras, mas que podemos, sim, faze-las com muito mais discernimento

Uma rotina, aliás, em constante mudança, tentando estar em equilíbrio com o mundo, com as nossas necessidades e, principalmente, com a natureza. Tentando pensar mais no quanto nossa vida tem um impacto direto com o mundo por aí e, constantemente, tentando se adaptar a uma rotina mais simples e mais saudável.

O Vida Possivel vai, modestamente, tentar documentar e dividir uma experiência de vida. Uma plataforma pra compartilhar e tentar trazer pro nosso cotidiano estratégias possíveis e fáceis pra viver melhor, tudo isso na esperança de economizar uma grana aqui e ali e ainda colocar outros sonhos e outros planos na jogada. Vamos falar de moda acessível, brechós, itens de segunda mão, receitas, dicas de viagens, como tirar vantagens de promoções e, claro, vários outros temas que surgirão pelo caminho.

Sempre buscando alternativas, dicas, truquezinhos e até umas gambiarras boas pra, nessa jornada, tentar salvar um dinheiro pra fazer todas as outras coisas da nossa lista. Afinal, ninguém quer ter que escolher um item só da nossa wish list pra realizar. Queremos tudo – e ainda sobrar dinheiro pro nosso desejo de uma viagem pro Hawaii. E um gadget ultra moderno que saiu…E ah, to precisando de um jeans novo. De uma blusa verde que combine com a saia azul. E etc, etc, etc, num looping que pode e deve ter suas dimensões definidas, tentando realizar tudo que desejamos de forma moderada e saudável.

Espero contar com vocês  ao longo da caminhada e tentar abrir a cabeça para o novo! Mudar, transformar e adaptar a nossa vida pra melhor. Sempre.

Sejam bem-vindos!

Naiá