Pra colocar no repeat: Natalie Prass

A revista Rolling Stone disse que ela é uma das 10 artistas que a gente tem-que-conhecer esse ano. E quem sou eu pra discutir? A americana arrepia de tão romântica.

Natalie Prass Cantora Singer Rolling Stone 2015

Achei a mocinha num cartaz de publicidade no metro e decidi dar uma chance ao YouTube. Como já deu certo antes, decidi arriscar essa semana e adorei. Que estilo antigo e moderno, que hi low legal que ela faz nas músicas.

Ela é maravilhosa ao vivo…por isso fiz uma seleção das minhas versões live dela preferidas:

A preferida ❤

E aí, já conheciam a Natalie? Gostaram da voz dela?

Beijos,

Naia

Advertisements

Pra colocar no repeat – Sia Furler

sia-furler-KAPAK

Acredito que a maioria das pessoas que estão lendo sabem quem ela é. Mesmo que você não saiba, com certeza já ouviu alguma das suas músicas. Já viciei em Chandelier e ouvi 10 vezes seguidas, vendo todos os clipes e apresentações únicas que estao no YouTube, já cantei Tittanium na balada mesmo sem saber que eram dela. Já ouviram “Diamonds”, da Rihanna? Pois bem, foi ela quem compôs. “Perfume”, da Britney Spears também, assim como Wild Ones e tantos outros hits que a gente ouve na voz de artistas pop e nem sabe quem está por trás. E além de compositora, a moça é uma cantora espetacular.

Ela é única e muito criativa e existem aqueles que critiquem a sua atitude em não querer mostrar o rosto sempre. Eu já achei esquisito e, depois de saber mais sobre ela, acho muito legal. Você nunca sabe o que vem por aí quando se trata da Sia…mas uma coisa é certa: ela surpreende. Ela sempre aparece com algo novo e adoro ver a originalidade dela. Aliás, ela é uma ótima inspiracao para fantasias…hehehe, na proxima festa vou comprar uma peruca loira com certeza. Vejam um pouco do que ela já aprontou por aí:

sia3

skynews.img.1200.745

Saturday Night Live - Season 40

Um dia ela explicou, em uma entrevista, porque muitas vezes cobre o rosto e evita se expor tanto. Disse que gosta de cantar e compor, mas não quer arcar com os “contras” da super exposição, como o assédio e a falta de privacidade. Lógico que muitos artistas não gostam desse tipo de invasão, mas ela contou que um dia decidiu inovar em uma apresentação e os produtores aceitaram, então ela decidiu continuar cantando sem aparecer tanto assim e faz isso até hoje. Uma cena marcante enquanto famosa, contou ela em outra entrevista, foi quando um amigo contava para ela que sofria de um câncer e a conversa foi interrompida por um fã pedindo autógrafo. Complicado, né? Enfim, a questão é que ela é ótima e tem muita coisa boa que ela já lançou nesses quase 20 anos de carreira (sim, tudo isso!).

Nas últimas semanas, viciei nas faixas do disco “Some people have real problems” – lançado em 2008 – e estou naquela fase de querer descobrir, entender e saber mais das obras dela. Adorei a entrevista dela no Howard Stern, muito transparente e emocionante. Gracas ao meu namorado, viciadísimo em podcasts, estou adorando as indicações que ele me dá. Muito bacana entrar nesse universo bem diferente dos podcasts, mais interessante que muitos programas de TV.  Logo vou pedir um post pra ele dos melhores podcasts que ele tem ouvido, acho que vai ser legal.

Deixo as minhas faixas preferidas e um link amigo de alguns shows dela…

{Chandelier no Saturday Night Live}

{Little black sandals}

{Lentil}

{Soon we’ll be found}

Fotos e videos: Justbestcovers.com, daily telegraph, getty images e youtube

E aí, voces já conheciam a Sia? Gostam dela? O que voces curtem ouvir de diferente?

Beijos, Naiá